Voltar

Dez potenciais negócios para abrir na Grande Curitiba

Sebrae-PR aponta que vocação os bairros de Curitiba e também as cidades vizinhas possuem. Minimercado é a opção com maior potencial

Minimercado é o tipo de estabelecimento com maior potencial de abertura na Grande Curitiba, sendo destaque em 53 localidades, de bairros da capital paranaense a cidades da região metropolitana. Isso não significa, porém, que é possível abrir o empreendimento em qualquer um desses lugares com garantia de sucesso. Para uma potencialidade virar uma oportunidade, o empreendedor precisa conhecer outras variáveis do negócio, como concorrentes, perfil dos clientes e renda na região pretendida.

O Sebrae-PR realizou um levantamento dos potenciais negócios dos 29 municípios que compõem a região metropolitana de Curitiba. Um recorte desse mapa aponta que os dez estabelecimentos com maior potencial em ordem decrescente são minimercado, centro automotivo, lanchonete, marido de aluguel, escola, limpeza e jardinagem, loja de conveniência, restaurante, creche, clínica estética/centro estético (conheça as recomendações sobre cada tipo de negócio no gráfico abaixo).

Outros tempos

Hoje um minimercado não é mais um potencial negócio no Centro de Curitiba. Mas já foi em 1994, quando Mara Américo pensou em largar seu emprego para empreender. Antes de abrir a Mercearia Tropicale, porém, Mara estudou a região para saber se o negócio iria dar certo.

“Antes de investir, eu e meu irmão estudamos a área por dois meses. Vimos a quantidade de casas no entorno e reparamos que não tinha, por perto, nenhum comércio de pequeno porte, só supermercados. Decidimos apostar”, conta.

Conceitos

O Sebrae-PR explica que há diferenças entre potencialidade e oportunidade. A primeira é uma provável necessidade do mercado, mas não exatamente uma oportunidade, já que dependerá da vocação empreendedora do empresário para ser realizada. Já a oportunidade é a capacidade que a empresa tem em obter retorno financeiro ao atender um desejo de seu mercado-alvo.

“É aí que entra o empreendedor para transformar uma potencialidade em uma oportunidade. Um indício de que caberia uma escola em uma região, por exemplo, é que há muitas crianças no bairro, ou seja, há um potencial negócio ali. Agora, para saber se há uma oportunidade, o empreendedor precisa mais que isso, precisa saber se as pessoas têm renda para matricular os filhos em uma escola particular, quais os estabelecimentos concorrentes, quanto cobram etc”, exemplifica a consultora do Sebrae-PR Marcia Giubertoni Borro.

Infográfico
Infográfico

Fonte: www.gazetadopovo.com.br

Voltar

(41) 3322-4811
(41) 8830-3311

sercopar@sercopar.com.br