Voltar

09/05/2013 - Mate o seu negócio para crescer

Especialistas lembram que, antes de fechar uma empresa para abrir outra, é preciso ficar atento à viabilidade do empreendimento

Aniquilar um negócio pode ser decisivo para uma empresa ganhar fôlego e novos nichos. A decisão de fechar um empreendimento, ou parte dele, deve ser tomada depois de uma análise criteriosa do cenário e do mercado em que o empresário atua. Uma pá de cal pode ser necessária para fazer brotar um negócio mais promissor e que traga melhores resultados ao empreendedor.

Para saber quando é a ho¬ra de “matar” uma em¬presa e investir em outro negócio, é preciso estar atento às mudanças do mercado e pensar na viabilidade, reunindo análises do mercado, da empresa, do serviço prestado e do investimento necessário. “Fechar um negócio para entrar em outro nicho é uma decisão importante. Você está colocando a sua vida em jogo, tem que ser uma decisão bem ponderada”, diz Gerson Ishikawa, professor de Empreendedorismo da UTFPR.

A CentralServer, que pres¬ta serviços de computa¬ção em nuvem e hospedagem de sites, decidiu eliminar uma de suas frentes em 2006 para investir em outra, mais nova e com maior potencial de mercado. De lá pra cá, cresceu 114% e teve faturamento de R$ 5,5 milhões só no ano passado. A decisão foi arriscada, mas deu certo porque os sócios conseguiram olhar para o mercado e identificar tendências promissoras.

A área cortada foi a Axios Tecnologia, que fornecia serviços de segurança na internet para grandes clientes. Os sócios Juliano Simões e Rui Suzuki perceberam que a concorrência no ramo poderia comprometer o desempenho da Axios. Decidiram focar as energias na CentralServer, que tinha o diferencial de trabalhar com o armazenamento de dados em nuvem – um conceito inovador para a época.

O faturamento caiu pela metade no primeiro ano depois do corte. Mas com o foco no novo negócio, o crescimento já veio no ano seguinte e não parou mais. “Foi arriscado, mas olhamos para o futuro do mercado e pensamos no que tinha que mudar”, diz Simões. O segredo do sucesso, para eles, foi o foco.

Para Alivinio Almeida, pro¬fessor de Gestão Estra¬tégica do ISAE/FGV, o método usado pelos empresários foi correto. “Eles fizeram o planejamento a partir da análise de tendências e cenário de mercado. O ideal é conhecer o seu negócio e perceber quais são os cenários a curto, médio e longo prazo para então tomar a decisão”, aponta.

Hora de mudar?

Especialistas indicam pontos a serem observados na hora de pensar em um novo negócio.

A decisão entre dois negócios deve ser feita com base no potencial de crescimento. É preciso encontrar um diferencial e focar nele.

Compare a realidade da empresa e do mercado com o esperado no plano de negócios. Mesmo um empreendimento que ainda dá lucro pode ver essa margem diminuir nos próximos anos com as variações do mercado. Seja realista.

Cuidado para não jogar fora oportunidades de mercado. Fique atento a tendências que podem ser promissoras.

Veja onde é possível crescer com qualidade. Muitas vezes, mudar completamente de área pode ser uma grande dor de cabeça.

Avalie a possibilidade de não fechar a empresa, mas parar temporariamente. Um exemplo são as férias coletivas: a empresa para, diminui o ritmo de gastos e espera o mercado melhorar.

Fonte: www.gazetadopovo.com.br

Voltar

(41) 3322-4811
(41) 8830-3311

sercopar@sercopar.com.br